Acidentes de trânsito durante o Carnaval registram queda nos últimos 5 anos

Houve redução de mais de 50% nas ocorrências indenizadas pelo Seguro DPVAT entre 2014 e 2018. Motocicleta continua sendo o veículo responsável pela maioria das ocorrências

O Carnaval se aproxima, e há ainda mais motivos para celebrar a folia. Dados da Seguradora Líder mostram que, nos últimos cinco anos, os índices de acidentes de trânsito nesta época do ano vêm diminuindo. No ano passado, foram registradas cerca de 3.200 ocorrências indenizadas pelo Seguro DPVAT no período. Em 2014, os números eram superiores a 10 mil. Os dados são referentes a acidentes ocorridos e já indenizados pelo Seguro DPVAT e, por isso, ainda podem aumentar, já que as vítimas e familiares têm até três anos para solicitar o benefício.

O período analisado vai desde a sexta-feira de Carnaval até a quarta-feira de cinzas. A avaliação quanto ao tipo de veículo revela que a motocicleta foi a maior causa dos acidentes nos últimos cinco anos. Somente em 2018, a moto foi responsável pelo pagamento de mais de 2 mil indenizações do Seguro DPVAT, cerca de 76% do total de benefícios pagos no período. Se analisados os acidentes envolvendo apenas os condutores, 81% das vítimas eram motociclistas, apesar da categoria representar só 27% da frota nacional de veículos no último ano. E os jovens entre 18 e 34 anos foram os principais atingidos nos dados de 2018: 50% dos casos de acidentes envolviam essa faixa etária.

Ainda de acordo com o levantamento, os sábados e domingos de folia foram os dias que apresentaram maior incidência de acidentes entre 2014 a 2018, somando mais de 40% das ocorrências. Já com relação às regiões, o Nordeste e o Sudeste lideram o ranking do feriado, superando a média de 2 mil casos indenizados. Na sequência, o Sul totaliza 589 benefícios pagos do Seguro DPVAT. O Centro-Oeste e o Norte concentram 294 indenizações.

Uma das iniciativas adotadas para a redução dos sinistros é a realização das Operações Rodovida pela Polícia Rodoviária Federal (PFR) durante as festas de fim de ano, férias escolares e Carnaval. A última edição, entre dezembro de 2017 e fevereiro de 2018, resultou em mais de 500 mil pessoas fiscalizadas e cerca de 400 mil autuações. Destas, 3.205 foram por consumo de álcool e 53.101 por ultrapassagens irregulares. Na comparação com a operação do ano anterior, houve uma redução de 2,7% de vítimas de ferimentos graves e de 14% em relação aos acidentes fatais.

“A Seguradora Líder não realiza um levantamento sobre causas de acidentes. Mas muitos estudos comprovam que as causas mais comuns são a desatenção dos condutores e o desrespeito à legislação, como a falta do uso dos equipamentos de segurança, o consumo de álcool e a velocidade acima do permitido. Por isso, é fundamental investir cada vez mais em conscientização e prevenção; melhor formação de motoristas; e mais fiscalização em todos os estados do Brasil”, afirma Arthur Froes, superintendente de Operações da companhia.

Fonte: http://www.revistacobertura.com.br/2019/02/28/acidentes-de-transito-durante-o-carnaval-registram-queda-nos-ultimos-5-anos-2/